Idosos acima dos 90 anos já são vacinados contra o coronavírus em Monlevade

Idosos acima dos 90 anos já são vacinados contra o coronavírus em Monlevade
Come√ßou na manh√£ desta sexta-feira (12) a vacina√ß√£o dos idosos com mais de 90 anos contra a Covid-19 em Jo√£o Monlevade. Na sede da Secretaria Municipal de Sa√ļde, no bairro Belmonte, foi organizado um drive-thru, que permitiu aos pacientes serem vacinados dentro dos carros. Até o meio-dia, cerca de 110 idosos j√° haviam recebido a primeira dose do imunizante. Ainda vieram mais alguns outros, que n√£o foram vacinados por n√£o terem os 90 anos de vida exigidos na atual etapa.
Para ter a vacina aplicada, é necess√°rio apresentar o Cadastro de Pessoa F√≠sica (CPF) e um comprovante de endere√ßo. Os funcion√°rios recolhem dados pessoas e fazem um breve cadastro do paciente. Também h√° doses dispon√≠veis na antiga Policl√≠nica do bairro José Elói, no Centro Comunit√°rio do Cruzeiro Celeste, no Centro Social Urbano (CSU Loanda) e no Centro de Sa√ļde Padre Hildebrando, na Vila Tanque. Na sede da Secretaria de Sa√ļde, a ministra√ß√£o prossegue até às 16 horas.

Aos 94 anos, uma das personalidades mais memor√°veis da história de Jo√£o Monlevade recebeu a primeira dose da vacina: Nicolau Alves Fernandes, um dos propriet√°rios do histórico Cine Theatro S√£o Geraldo. Outro a ser vacinado foi José Filipe da Silva, 90, que se disse bastante feliz com a chegada da prote√ß√£o após os meses de isolamento. Maria Ata√≠de Gomes, 93, foi levada pela filha, Azinete Gomes, uma das lideran√ßas do Rotary Club na cidade. J√° o senhor José Crisólogo de Ara√ļjo, 93, até brincou: "J√° que liberaram a vacina para os mais jovens, eu vim tomar", e agradeceu à enfermeira: "M√£ozinha aben√ßoada!".

Outras unidades de sa√ļde da cidade também abrigaram a ministra√ß√£o da vacina. Nascida no ano de 1919, Bernadina Barbosa era uma das idosas mais experientes na fila de vacina√ß√£o na unidade Padre Hildebrando, no bairro Vila Tanque. Aos 101 anos e bastante l√ļcida, ela diz que ser vacinada contra o coronav√≠rus traz mais calmaria. 'É uma dose de esperan√ßa', refletiu. Também na Vila Tanque, Maria Graciana √āngelo, 90, também estava na expectativa de receber a vacina. 'Estamos vivendo um tempo de muitas d√ļvidas e incertezas, mas é preciso ter calma e antes de tudo, necess√°rio ter fé. Vamos continuar com os protocolos de seguran√ßa com muita coragem e confian√ßa porque Deus n√£o desampara seus filhos. Gra√ßas a Ele o primeiro socorro j√° chegou', disse emocionada.