Líder Religioso da igreja quadrangular e acusado de agredir a esposa

Líder Religioso da igreja quadrangular e acusado de agredir a esposa


O pastor Flamarion Eust√°quio Silva Rolando, de 46 anos, superintendente Regional da Igreja do Evangelho Quadrangular, em Governador Valadares, foi acusado de agress√£o pela esposa, Teyly Tatiane Rodrigues Aguiar Rolando, de 46 anos, na madrugada deste s√°bado (29). De acordo com o boletim de ocorr√™ncia (BO), a esposa do líder religioso procurou a delegacia de Polícia Civil para denunciar que foi vítima de agress√Ķes físicas e verbais cometidas pelo marido.


Quando retornou para casa, teria se deparado com o marido agindo de forma violenta. Ela entrou no quarto do casal, mas Flamarion entrou atr√°s batendo a porta de forma brusca, quebrando a fechadura. A vítima correu e se refugiou no quarto da filha, trancando a porta, mas o pastor tentou arromb√°-la. Ainda segundo o BO, a mulher relatou que devido o estado alterado do pastor, e temendo por sua seguran√ßa, se retirou da casa juntamente com a filha e acionou a Polícia Militar.


Teyly falou para os policias que o filho do casal, Jo√£o Vitor Rodrigues Rolando, de 19 anos, também tentou agredi-la. Ela o advertiu que j√° havia chamado a polícia, tendo o mesmo cessado a conduta. Após a chegada da PM na casa do casal, no bairro Lagoa Santa, a vítima voltou para casa, permitiu a entrada da PM e repassou todos os acontecimentos. .


Ela explicou que iniciou o processo de separa√ß√£o e, desde ent√£o, passou a sofrer persegui√ß√Ķes, amea√ßas, teve o acesso à conta banc√°ria do casal bloqueado, passou a ser vigiada e até proibida de usar o veículo do casal. A esposa do pastor alega que vem sofrendo agress√Ķes como chutes, empurr√Ķes e pux√Ķes de cabelo. Na noite desta sexta-feira (28), Teyly Aguiar Rolando e a filha E.R.R., de 17 anos, foram à delegacia da Polícia Civil, onde registraram o REDS n¬ļ 2021-025903480-001, tendo inclusive requisitado medidas protetivas.


Vers√£o do autor


O pastor Flamarion Rolando contou que sua esposa e filha saíram de casa na data de ontem (28) para ir ao culto, e que antes mesmo do fim dos trabalhos, elas se retiraram do local, chegando em casa somente neste s√°bado por volta de 5h. Flamarion disse ainda que apenas questionou onde as duas passaram a noite e afirmou que em nenhum momento praticou qualquer tipo de agress√£o contra a esposa.


Ele também esclareceu que durante o atrito chamou o filho Jo√£o Vitor para acompanhar a situa√ß√£o, devido sua esposa estar em tratamento psiqui√°trico e fazendo uso de medica√ß√£o controlada.


De acordo com o boletim de ocorrência, o filho teria confirmado que não houve qualquer tipo de agressão contra a mãe, somente questionamentos sobre onde ela e a irmã passaram a noite. As partes foram ouvidas e liberadas posteriormente.