Chuva danifica sepulturas em cemitério de Ponte Nova

Foram atingidas 154 gavetas que guardavam caixões. Restos mortais serão levados para outro cemitério da cidade, nesta sexta-feira

Imagem do cemitério em Ponte Nova

Imagem do cemitério em Ponte Nova

As chuvas registradas em Minas Gerais nesta semana acarretaram transtornos que afetaram os mortos. A situação ocorreu em Ponte Nova, na Zona da Mata. Devido a uma forte chuva, acompanhada de vento, na manhã desta quinta-feira (18/2), uma estrutura de alvenaria de 154 gavetas (sepulturas) do Cemitério São Sebastião desabou.

De acordo com a Funerária da Santa Casa de Ponte Nova, que administra o cemitério, apesar dos danos materiais, não houve vítimas.

Parentes das pessoas enterradas no sepulcro tentaram, mas foram proibidas de entrar no local, que foi isolado pela Defesa Civil, por medida de segurança.

O Corpo de Bombeiros também fez uma vistoria no local. O fato foi registrado em boletim de ocorrência da Policia Militar.

Localizado no Centro da cidade, o Cemitério São Sebastião é o mais antigo de Ponte Nova (59,8 mil habitantes). Com o excesso de chuva da noite de quarta-feira e da madrugada desta quinta-feira, um barranco lateral ao cemitério cedeu.

Restos mortais

O deslizamento de terra danificou as 154 gavetas, feitas de alvenaria. Com isso, os caixões danificados, com os restos mortais, ficaram no meio dos destroços.


A Funerária da Santa Casa de Ponte Nova informou que já tomou as providências para o traslado dos restos mortais das sepulturas danificadas para outro cemitério de Ponte Nova, o Mirante da Paz, situado no Bairro Triângulo.


A remoção será feita nesta sexta-feira.