Zema prorroga estado de calamidade por mais seis meses em Minas Gerais

O prazo para encerrar o estado de calamidade era 31 de dezembro e com a prorrogação passou para 30 de junho do ano que vem

Imagens da Internet

Imagens da Internet

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo) prorrogou por mais seis meses o estado de calamidade por causa da pandemia pelo novo coronavírus (Covid-19). O prazo para encerrar o estado de calamidade era 31 de dezembro e com a prorroga√ß√£o passou para 30 de junho do ano que vem.

O decreto com a extens√£o do prazo foi assinado nesta ter√ßa-feira (29). Até o momento, Minas j√° teve quase 530 mil infectados e soma 11.615 mortos. "A impress√£o que tenho é que o relaxamento e o cansa√ßo das pessoas nesses últimos tr√™s meses tenham causado o aumento do número de infectados e das interna√ß√Ķes", disse Zema, por meio da assessoria de imprensa.

No texto do decreto que também vai ser analisado pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), Zema justificou que a prorroga√ß√£o n√£o é só por uma quest√£o de saúde, mas também pelas consequ√™ncias sociais e econômicas da pandemia. Com a prorroga√ß√£o é possível destinar mais recursos para a Saúde em Minas.