Corpo pode ter sido "desovado" à margem da MG-436 Barão de Cocais

Corpo pode ter sido


O homem de 45 anos executado com um tiro na nuca, nesta terça-feira (13), em Barão de Cocais, pode não ter sido morto à margem da MG-436. A Polícia Militar trabalha com a hipótese de que o assassinato tenha ocorrido em outro local e o corpo "desovado" no km-17, bairro Garcia.


"Muito provavelmente, a vítima foi executada em outro local e foi deixada à margem da rodovia", informou o tenente Vanderlei Lino, comandante da PM de Barão de Cocais. O homem é morador da rua João Escolástico de Salles, no bairro Garcia II, e a PM está pedindo a quem tiver mais informações sobre o caso que ligue para os telefones 181, 190 ou 3837-1843 (não é necessário se identificar).